Brasil 1964

15/07/2017 15:01

BRASIL - Período entre 1964 e 1985 

DITADURA a BRASILEIRA o livro Autor:- MARCO ANTONIO VILLA   SINOPSE   Esta obra procura desmistificar a chamada "ditadura" brasileira, tanto em sua duração como em seus efeitos. Narra aqui a história desse período buscando não omitir quanto aos excessos que levaram à perseguição, tortura e morte no período entre o final de 1968 e 1979, e, para ele, porém, 'o regime militar brasileiro não foi uma ditadura de 21 anos. 

Não é possível chamar de ditadura o período 1964-1968 (até o AI-5), com toda a movimentação político-cultural. 

Muito menos os anos 1979-1985, com a aprovação da Lei de Anistia e as eleições para os governos estaduais em 1982'.   

Conhecer a verdade sobre o Regime Militar pelo historiador Marco Antonio Villa Marco Antonio Villa é um historiador brasileiro, mestre em Sociologia pela Universidade de São Paulo e doutor em História Social pela USP. 

  Clique aqui e leia mais

A história vista de forma imparcial, pesquisada e contrariando questões direcionadas a ideologias como uma forma de reescrever os fatos da forma que realmente eles aconteceram. 

Marco Antonio Villa - Ditadura à Brasileira - 1964-1985 A Democracia Golpeada à Esquerda e à Direita.  (vídeos abaixo)

 
 
Marco Antônio Villa PT-BR 

É rotineira a associação do regime militar brasileiro com as ditaduras do Cone Sul (Argentina, Uruguai, Chile e Paraguai). 

Nada mais falso. Enquanto a ditadura argentina fechou cursos universitários, privatizou e desindustrializou a economia, no Brasil ocorreu justamente o contrário. 

Os governos militares industrializaram o país, modernizaram a infraestrutura, romperam os pontos de estrangulamento e criaram as condições para o salto recente do Brasil.   

Sem se omitir quanto aos excessos que levaram à perseguição, tortura e morte no período entre o final de 1968 e 1979, para ele, porém, "o regime militar brasileiro não foi uma ditadura de 21 anos. 

Não é possível chamar de ditadura o período 1964-1968 (até o AI-5), com toda a movimentação político-cultural. Muito menos os anos 1979-1985, com a aprovação da Lei de Anistia e as eleições para os governos estaduais em 1982. 

 


 

Professor e Historiador Wander Pugliesi: - "Não houve Ditadura no Brasil" - Áudio da Rádio Nereu Ramos 


Silvio Matos e o Governo Militar 


Conheça o livro:- "Esquerda Caviar" nas principais livrarias.

A Hipocrisia dos Artistas e Intelectuais Progressistas no Brasil e no Mundo


Fatos irrefutáveis!

Veja se é mentira:
 
- A PF não quer ir pra fronteira porque a diária é pouca, chamem os militares, que vão ao preço de uma tabela que está defasada desde 1992!
- A PM faz greve porque o salário é baixo, chamem os militares!
- A Anvisa não quer inspecionar gado no campo, chamem os militares!
- Os corruptos ganham milhões e não constroem as estradas, chamem os militares!
- As chuvas destroem cidades, chamem os militares!
- Desabrigados? Chamem os militares!
- A Dengue atacou? Chamem os militares!
- O COI precisa treinar e pagar atletas? Chamem os militares!
- Ações humanitárias no Brasil e no exterior, transporte de donativos em tragédias? Chamem os militares!
- Investigação e remoção de corpos em acidentes aéreos de grande porte? Chamem os militares!
- Transporte de órgãos para transplante; de presos perigosos; de corpos de autoridades; de ministros; etc? Chamem os militares!
- Carnaval, Ano Novo, ou qualquer outra festa tem pouca segurança? Chamem os militares!
- Copa do Mundo, Olimpíadas, Reunião de Presidentes, Jogos Mundiais? Chamem os militares!
- Certeza de eleições livres? Chamem os militares!
- Distribuir urnas eletrônicas nos mais remotos locais do País? Chamem os militares!
- Presidentes, Primeiros-Ministros e visitantes importantes de outros países vão chegar? Chamem os militares!
- Estado incompetente e uma Polícia mal paga e despreparada? Chamem os militares!
- Força de Pacificação do Complexo do Alemão, do Complexo da Maré já que a Polícia não tem capacidade pra resolver? Chamem os militares!
 
Além disso:
 
- Adicional noturno? Não tem!
- Periculosidade? Não tem!
- Escalas de 24 por 72 horas? Não tem!
- Hora extra? Não tem!
- FGTS? Não tem!
- Reconhecimento? Não tem!
- Residência fixa? Não tem!
- Certeza de descanso no fim de semana? Não tem!
- Licença-Especial? Perderam!
- Salário adequado? Nunca tiveram!
- Reajustes com base na inflação? Não tem!
 
Mas quer conhecer alguém que ama o Brasil acima de tudo e faz de tudo por ele? Chame um MILITAR!
As Forças Armadas são um dos últimos pilares de patriotismo, seriedade, integridade e idealismo deste País!
Um oficial-general do último posto da carreira, com mais de 45 anos de serviços prestados em regime de dedicação exclusiva, ganha menos que o salário de um agente de segurança da Portaria do Congresso...!
 
Fonte desconhecida, recebido por e-mail.
“ELOGIAR O REGIME MILITAR NÃO É QUERER A VOLTA DELE. É RECONHECER O MÉRITO DE PESSOAS QUE ARRISCARAM SUAS VIDAS PARA SALVAR NOSSA LIBERDADE DAS MAOS DOS COMUNISTAS E OUTRAS "ESQUERDOPORCARIAS"!Fatos irrefutáveis!
 
Diga se é mentira:
A PF não quer ir pra fronteira porque a diária é pouca, 
-chamem os militares, que vão ao preço de uma tabela que está defasada desde 1992!
A PM faz greve porque o salário é baixo, 
-chamem os militares!
A Anvisa não quer inspecionar gado no campo, 
-chamem os militares!
Os corruptos ganham milhões e não constroem as estradas, 
-chamem os militares!
As chuvas destroem cidades, 
-chamem os militares!
Desabrigados?
-Chamem os militares!
A Dengue atacou? Chamem os militares!
O COI precisa treinar e pagar atletas? 
-Chamem os militares!
Ações humanitárias no Brasil e no exterior, transporte de donativos em tragédias? 
-Chamem os militares!
Investigação e remoção de corpos em acidentes aéreos de grande porte?
-Chamem os militares!
Transporte de órgãos para transplante; de presos perigosos; de corpos de autoridades; de ministros; etc?
-Chamem os militares!
Carnaval, Ano Novo, ou qualquer outra festa tem pouca segurança? Chamem os militares!
Copa do Mundo, Olimpíadas, Reunião de Presidentes, Jogos Mundiais?
-Chamem os militares!
Certeza de eleições livres?
-Chamem os militares!
Distribuir urnas eletrônicas nos mais remotos locais do País? 
-Chamem os militares!
Presidentes, Primeiros-Ministros e visitantes importantes de outros
países vão chegar? Chamem os militares!
Estado incompetente e uma Polícia mal paga e despreparada?
-Chamem os militares!
Força de Pacificação do Complexo do Alemão, do Complexo da Maré já que a Polícia não tem capacidade pra resolver?
-Chamem os militares!
Além disso:
Adicional noturno?
*Não temos!
Periculosidade?
-Não temos!
Escalas de 24 por 72 horas?
-Não temos!
Hora extra?
-Não temos!
FGTS?
-Não temos!
Reconhecimento?
-Não temos!
Residência fixa?
-Não temos!
Certeza de descanso no fim de semana?
-Não temos!
Licença-Especial?
-Perdemos!
Salário adequado? Nunca tivemos!
Reajustes com base na inflação?
-Não temos!
Quer conhecer alguém que ama o Brasil acima de tudo e faz de tudo por ele?
-Chame um MILITAR!
As Forças Armadas são um dos últimos pilares de patriotismo, seriedade, integridade e idealismo deste País!
Um oficial-general do último posto da carreira, com mais de 45 anos de serviços prestados em regime de dedicação exclusiva, ganha menos que o salário de um agente de segurança da Portaria do Congresso...!
 
 
Repasse esta msg e mostre quem são e o que acontece, de fato, com os Militares.
“ELOGIAR O REGIME MILITAR NÃO É QUERER A VOLTA DELE. É RECONHECER O MÉRITO DE PESSOAS QUE ARRISCARAM SUAS VIDAS PARA SALVAR NOSSA LIBERDADE DAS MAOS DOS COMUNISTAS E OUTRAS "ESQUERDOPORCARIAS"!



16:13:37

Seja sempre bem-vindo (a) e aproveite para visitar nossas outras páginas